Capotao
EIC

Pesquisar



21 de novembro de 2021

Uma notícia bombástica, que está circulando nas redes sociais, diz respeito à atitude insana e tresloucada do Presidente da Câmara Municipal de Portalegre, Márcio Pereira (PP), que está sentado em cima, ‘botou uma pedra’, como se diz aqui na região, no Projeto de Lei n° 022/2021, oriundo do Poder Executivo, que foi protocolado na Casa Legislativa dia 27 de outubro, aprovado em todas as comissões que a proposição requer, mas ele, pelo visto, por pura picuinha política rasteira e birra, não a põe em votação no plenário.

O Projeto de Lei, assinado pelo Prefeito José Augusto (DEM), autoriza o Poder Executivo a conceder AUXÍLIO FINANCEIRO, denominado de ‘Auxílio Saúde Cidadão’, no valor de até R$ 1 mil, para custear serviços na área de saúde a pessoas carentes e procedimentos de urgência e emergência, não ofertados pelo Sistema de Saúde do município.

E tem mais. O auxílio também poderá cobrir as despesas de deslocamento para realização de tratamento médico especializado, em outras cidades, tais como: passagem e hospedagem, no valor estimado em R$ 200 contos.    

O que se vislumbra é que ‘Márcio da Bica’, como é conhecido o Presidente da Câmara,  está agindo como uma pessoa insensível, que não tem espírito público, e se revela como alguém que não trata gente como gente e, ainda, não demonstra amor ao próximo, além de negar, a si mesmo, tudo o que prometeu na campanha. E lutar por MAIS SAÚDE foi uma de suas bandeiras. Essa postura tem nome e sobrenome: hipocrisia.

As festividades alusivas à Padroeira de Portalegre, Nossa Senhora da Conceição, estão chegando; já batem à porta. Custo a acreditar, até duvido que este senhor tenha a coragem de participar das novenas, ‘rezar’, fazer confissão e receber a hóstia da comunhão; sendo que o que a sua mente imaginar – e a boca poderá dizer – estão léguas de distância longe do coração. Seria uma blasfêmia.

Jesus Cristo falou, há mais de dois mil anos, conforme escrito no Livro de Mateus 15: 8: “Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim”.

Será que um cidadão, que atua na direção oposta aos anseios da população, consegue botar a cabeça no travesseiro e dormir com a consciência tranquila? Eis a pergunta que não quer calar. 

Pois é . .

Se o vereador/presidente, natural do município de Francisco Dantas, portanto, um forasteiro, pensa que, ao agir assim, com pirraça e mesquinhez política, faz algum mal à atual gestão, está redondamente equivocado. É um ledo engano. Quem irá sofrer as consequências, desse ato impensado e revanchista, é o povo que ele se diz representar e prometeu defender na campanha eleitoral do ano passado.

Há até quem diga que o Presidente ‘Márcio da Bica’ está esticando a corda contrária à aprovação do Projeto de Lei, uma excelente e inédita ação social, orientado pelo seu tutor, o ex-prefeito, Neto da Emater, que, recentemente, foi condenado pela Justiça (improbidade administrativa) por não aplicar o mínimo exigido pela Constituição Federal na área da educação.

Dizem, por aí, que a lei do retorno, para quem procura fazer o mal deliberado aos seus semelhantes, vem a galope. Porque Deus não dorme, nem cochila!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.