EIC
Capotao

Pesquisar



9 de setembro de 2021

O Governo do Presidente Jair Bolsonaro, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, segunda-feira (6), a pedra fundamental para início das obras do trecho ferroviário da Linha Roxa, na Região Metropolitana de Natal, no Rio Grande do Norte. Essa expansão das atividades da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) vai contar com mais 4,2 quilômetros de linha férrea e três novas estações. Cerca de 2 mil passageiros serão beneficiados por dia na capital e nas cidades de Extremoz e São Gonçalo do Amarante.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, participou do evento que deu início às obras. Para ele, a expansão da linha férrea vai garantir mais qualidade de vida à população. “É um serviço que não polui, não atravanca o trânsito. Dá conforto, segurança e melhora a proficiência dos trabalhadores, uma vez que não ficam preso ao trânsito”, afirmou.

Serão construídas três novas estações de passageiros: BR-101 Norte, Guararapes e Vicunha. Os investimentos federais na obra serão de R$ 14,8 milhões, dos quais R$ 8,7 milhões já foram liberados.

A CBTU no Rio Grande do Norte transporta, em média, 11,6 mil pessoas por dia. O sistema conta com 56,6 quilômetros de linhas férreas e 23 estações. Desde o ano passado, o Governo Federal destinou R$ 51,7 milhões para operações da empresa no estado.

Linha Branca

Em fevereiro deste ano, foram iniciadas as obras da Linha Branca da CBTU em Natal, que possibilitará a expansão da Linha Sul e beneficiará cerca de 6,8 mil passageiros. Serão construídos 23,4 km de vias, com quatro novas estações a partir de Parnamirim, passando por São José de Mipibu e chegando até Nísia Floresta. O investimento federal total é de R$ 58,3 milhões.

O prefeito de Nísia Floresta, Daniel Marinho, comparou o custo que uma pessoa tem hoje com o que terá após a finalização das obras. “O sentimento de Nísia é de euforia, de alegria, do riso fácil, porque estão vendo a obra caminhando a passos largos. É uma obra que tem o cunho social e assistencial chegando a quem mais precisa. Um nisiaflorestense gasta R$ 8 de ida e R$ 8 de volta para chegar a Natal. A partir desta obra, o cidadão pagará R$ 2,50 para ir e R$ 2,50 para voltar”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.