EIC
Capotao

Pesquisar



2 de abril de 2021

O Delegado Dr . Cristiano Zatrosny concluiu na terça-feira, 30 de março, o inquérito do caso Douglas, jovem que foi espancado até a morte em uma comemoração das eleições em 15 de novembro de 2020 na cidade de São Migue, região do Alto Oeste do Rio Grande do Norte.

As investigações iniciaram logo após o crime e dada a quantidade de pessoas investigadas, dezenas de pessoas foram ouvidas e todas as versões dos investigados foram analisadas, dentro de um trabalho complexo, mas que agora chegou ao final com o motivação do crime e a identificação de todos os envolvidos com os seus respectivos indiciamentos.

Segundo o relatório do inquérito os indiciados foram João Victor Ferreira de Sousa, Miguel Webio Nunes, Francisco Raniedson da Silva, João Eleoterio de Freitas, Leonardo de Deus Bertoldo, Francisco Mateus Pereira da Silva, Cosme Geraldo de Araújo, Lincoln Eduardo de Lima Barbosa e

Rodrigo Dantas Fernandes Silva.

Segundo o delegado Cristiano Zatrosn os 09 indiciados foram responsáveis pela morte de Francisco Douglas, 23 anos, após ser covardemente espancado e vir a óbito por morte cerebral. A motivação do crime teria sido uma discussão banal entre a vítima e um dos indiciados que suspeitou que a vítima teria “mexido” com a sua namorada.

Os acusados vão responder por homicídio qualificado e deverão ser levados a júri na Comarca de São Miguel/RN.

Segundo o advogado contratado pela família da vítima, Aleixon Freitas, “É o fim da primeira etapa, agora os responsáveis foram identificados e serão levados à justiça”.

O crime ganhou repercussão estadual pela crueldade como foi praticado e chocou a população da pequena cidade de São Miguel, município do inteiro do RN, localizado a 428 km da capital Natal.

Fonte: Cidadão 190.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.