EIC
Capotao

Pesquisar



19 de julho de 2020

O prefeito do município de José da Penha, Dr. Raimundinho, usou as redes sociais neste domingo, 19 de julho, para esclarecer fatos acerca do caso do jovem Gean, da Vila Major Felipe, que foi acometido de um Acidente Vascular Cerebral, recentemente, e cujo tratamento está sendo feito a contento.

Segundo Raimundinho, houve o empenho da sua gestão e dele, enquanto médico, para prestar todo o apoio necessário ao paciente, tanto no município, quanto em hospitais e clínicas de Pau dos Ferros e Mossoró.   

Num determinado trecho, Dr. Raimundinho escreveu: “tenho uma missão como médico, que sou, e gestor, que estou, de procurar, sempre, minimizar os problemas, tentando, principalmente, lutar por uma melhor qualidade de saúde e de vida de todos”!

Eis o texto na íntegra:

Amigos (as) de José da Penha e região,

Não gosto de fomentar polêmicas, mas tem horas que não podemos calar e temos a obrigação de fazer alguns esclarecimentos, a bem da verdade. Estou me referindo ao caso do jovem Gean, da Vila Major Felipe, que foi acometido de um problema neurológico.

No dia que ele adoeceu, recebi uma ligação falando que estava sendo transferido para Pau dos Ferros e da preocupação da família. No momento, eu fazia visitas. Suspendi e me dirigi ao Hospital Regional. Acompanhei o internamento, foi realizado tomografia, o clínico solicitou uma avaliação do neurologista, encaminhamos para Dr Alex, foi dado o diagnóstico de Acidente Vascular Cerebral. Ele pediu outra tomografia para o outro dia, de controle. Eu mesmo mandei as imagens para Dr Alex em Mossoró, discutimos o caso, foi confirmado um AVC.

Fiquei acompanhando com visitas, vendo o seu prontuário. Surgiu a necessidade de uma UTI, eu e a enfermeira Clédina demos plantão, pastorando, esperando e solicitando uma vaga, conseguimos. Continuei visitando o Gean na UTI.

Para receber alta foi solicitado exames, outra avaliação do neurologista, providenciamos. Em sua residência foi realizado sessões de fisioterapia com profissional da prefeitura. O paciente voltou para Dr ALEX, foi solicitado um Ecodoopler de carótidas e vertebrais, ultrassonografias dos rins, exames laboratoriais e encaminhou para um Nefrologista. Foram realizados os exames e, no dia 20 de maio, foi feita a primeira consulta com o nefrologista. O mesmo solicitou exames laboratoriais. Foram realizados e, no dia 08 de julho, Gean voltou ao Nefrologista.

No dia 13 DE JULHO SOUBE, POR MEIO DA ENFERMEIRA KARINE, da necessidade de uma biópsia; ela me passou a requisição.

É um exame que não faz em todo Hospital, não é fácil de fazer, pois necessita de um serviço de imagem na hora do procedimento. Contactei com os dois urologistas da região, Dr. Máximo e Dr Tarcisio. Estes me orientaram, mas não tinham como realizar. A enfermeira Karine, muito preocupada, tentou orçamento em alguns hospitais, não conseguiu. Até que, finalmente, encontramos onde e quem realizasse o procedimento.

Estávamos vendo com o Hospital e o profissional a data da realização do exame, pois havia a necessidade deles programarem o dia. De repente, nos deparamos com um áudio da esposa de Gean falando que a Prefeitura se negou a ajudar.

Sinceramente, fico preocupado. Meu DEUS, como o ser humano tem reações e atitudes que não entendemos!

Tenho uma missão como médico, que sou, e gestor, que estou, de procurar, sempre, minimizar os problemas, tentando, principalmente, lutar por uma melhor qualidade de saúde e de vida de todos.

Não passa – e nunca passou – por minha cabeça, negar atendimento, estando ao meu alcance. Em mim, acima do GESTOR, está o médico. Conheço o caso, sei da gravidade, lamento a atitude, pois atrasa tudo e perde-se tempo no que se tem para fazer.

“Quem entrega tudo nas mãos de Deus, consegue vê as mãos de Deus em tudo”!

Raimundinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.