EIC
Capotao

Pesquisar



21 de junho de 2020

Ontem, dia 20, escrevi uma matéria no Blog do Capote sobre os sete anos da morte do nosso querido médico e ex-prefeito de Pau dos Ferros, Aliatá Chaves de Queiroz, ‘O Baiba’. Deixou-nos muitas saudades.

Hoje, mas precisamente agora, fui ver os comentários e, como não poderia ser diferente, o mestre Fausto Magalhães, um grande escritor, tinha feito um brilhante comentário. Acho que a expressão mais adequada é EMOCIONANTE. Confesso que não contive as lágrimas pela falta que o no nosso amigo, em comum, nos faz.

Eis o texto:

Não que devamos exigir ou esperar que os profissionais liberais exerçam o seu ofício,  de forma gratuita. Mas merece admiração quem abdica de viver de forma opulenta, e, ao contrário, opta por viver de modo franciscano. Assim foi que viveu Aliatá na condição de médico, isto é, franciscanamente, curando, por longos anos: pobres, despossuídos, integrantes da classe média e até da elite.

Dentre as memórias de convivência com ele, escolhi duas para relatar:

 1- A conquista do cargo de prefeito municipal de Pau dos Ferros-RN,  por meio dos  serviços gratuitos, prestados no exercício da Medicina. E, neste contexto, a rua Joaquim Torquato  quase que inteiramente repleta, de gente, na comemoração de sua vitória eleitoral, no início de uma tarde de outubro de 1992;

2- Minha filha mais velha, estava, em 2011, sem ânimo,  sequer para ficar sentada; e sem o apetite necessário para se reenergizar; o que vinha ocorrendo há vários dias, e já gerava uma enorme preocupação no âmbito da família, visto que ela já havia sido medicada  por outros profissionais da área, no entanto não melhorava. Em nada melhorava. E, aí, eu fui pegar Aliatá  para ir até a nossa residência, e ele pediu para ver os exames e disse a mim: “Como eu sei que você é devidamente meticuloso, forneça os sintomas”. Eu forneci, com calma e detalhes o quadro clínico, e ele prescreveu a receita e completou, categoricamente: “Se essa medicação for tomada, pontualmente,  de 8 em 8 horas, ela ficará totalmente boa”. Aí, o competente e admirável,  enfermeiro Francisco, ficou vindo, pontualmente, para aplicar a medicação,  inclusive em um dos horários que era as duas da madrugada. Resultado: minha filha ficou totalmente recuperada. Devo essa fineza a Aliatá e, também, a Francisco, mesmo eu tendo pago a ele,  com o máximo de justiça. Existem atos que moeda alguma paga.

Minha filha, que foi curada por Aliatá e por Francisco, está aniversariando hoje (21/06).

Portanto, muitíssimo grato, Aliatá e Francisco.

E efusivos parabéns a Eva. E, aproveito para, mais uma vez,  lhe fazer um pedido: não vou exigir, de modo algum, que você e outros profissionais trabalhem de graça, mas procure, Eva,  tratar os seus pacientes, da forma que Aliatá tratava os pacientes dele. E respeite, devidamente, os enfermeiros e as enfermeiras, eles e elas fazem parte da engrenagem, que complementa o trabalho dos que exercem a Medicina.

Por: Fausto Magalhães.

3 respostas para “Pau dos Ferros-RN: Dr. Fausto Magalhães escreveu EMOCIONANTE texto sobre Aliatá Chaves, ‘O Baiba’, nosso amigo em comum, que nos deixou há 7 anos”

  1. Ozelita disse:

    Parabéns Dr Fausto muita saúde e paz para sua filha tenho muita gratidão por você sou grata pelo que você fes por miha familha também deus o abenome sua filha na longa estrada da vida

  2. Maiza Dias Alves de Paiva disse:

    Muito lindo o texto não nem palavras, Só nos resta saudades .

  3. Marlucia disse:

    Graças a Deus o médico Aliata acertou o remédio certo para cura de sua filha.Acontece muito isso.Nao esqueça que Jesus o médicos médicos estava
    presente espiritualmente quando ele passou o remédio certo pra cura de sua filha.

Deixe uma resposta para Maiza Dias Alves de Paiva Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.