Capotao
EIC

Pesquisar



3 de fevereiro de 2020

A semana começou com luta para servidores (as) e aposentados (as) do estado do Rio Grande do Norte. Na manhã desta segunda-feira (03), a Assembleia Legislativa amanheceu tomada em um ato público contra a reforma da previdência de Fátima Bezerra (PT).

A governadora iria ler a mensagem anual aos deputados e à população, no entanto, fugiu dos servidores e não apareceu na Assembleia. E por falar em Assembleia, esta estava cercada por grades e com um reforço do aparato da polícia militar.

Assim como Robinson, em janeiro de 2018, a governadora repete o erro e cerca a dita “Casa do Povo” para que não seja ocupada pelos trabalhadores. Em 2018, os servidores derrubaram as grades e impediram que o pacote de maldades de Robinson fosse aprovado.

Na manhã desta segunda (03), os trabalhadores e aposentados deram o tom e mostraram que com unidade é possível derrotar a reforma da Previdência. “É necessário intensificar a luta e ampliar a mobilização, só assim é possível barrar a reforma de Fátima”, declarou Breno Abbott, diretor do Sindsaúde RN.

“Nesta terça (04), às 9h, tem mais luta para barrar a reforma da Previdência. Nós do Sindsaúde RN, convocamos os servidores e servidoras da saúde, aposentados e pensionistas para participaram do ato unificado. Não podemos deixar que essa reforma seja aprovada. É mais um ataque aos servidores da saúde que não têm reajuste há 10 anos”, Rosália Fernandes da CSP-Conlutas.

Sindsaúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.