Capotao
Al Autismo
EIC

Pesquisar



7 de março de 2019

Sempre preocupada com as questões relativas à Saúde Pública, a Assembleia Legislativa chama a atenção, mais uma vez, para o tema da Doação, que foi assunto de campanhas realizadas pela Casa em anos anteriores. Assim como no caso da Doação de Órgãos, campanha executada em 2017 juntamente com a Central de Transplantes, e a de Doação de Sangue – também promovida em 2017, o Legislativo Estadual busca informar e incentivar os potiguares a serem doadores de medula óssea.

De acordo com informações do Hemonorte, órgão responsável pela execução, no Estado, da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, o transplante de medula óssea é indicado para doenças relacionadas à fabricação de células do sangue e a deficiências no sistema imunológico.

Com isso, os principais beneficiados são pacientes com leucemias originárias das células da medula óssea, linfomas, doenças originadas do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço, e anemias graves (adquiridas ou congênitas).

Ainda segundo dados fornecidos pelo Hemonorte, a probabilidade de se encontrar um doador de medula óssea compatível é de 1 para 100 mil. E conforme o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), existem no RN mais de 200 pacientes na fila de espera pelo referido transplante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.