Capotao
EIC

Pesquisar



2 de novembro de 2018

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), se reuniu com o juiz Sergio Moro, ontem, 1º de novembro, para tratar de sua possível participação no governo. Como antecipado por Bolsonaro, Moro estava sendo cogitado para se tornar Ministro da Justiça. Após a conversa, o convite foi aceito e oficializado em nota.

“Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal, na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite. Fiz com certo pesar, pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito à Constituição, à lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão”, anunciou o magistrado em nota.

Para Moro, a oportunidade possibilitará consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos, e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. “A Operação Lava Jato seguirá em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo, desde logo, afastar-me de novas audiências. Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes”, conclui a nota.

Como prometido a seus apoiadores, Bolsonaro anunciou o novo ministro em suas redes sociais: “O juiz federal Sérgio Moro aceitou nosso convite para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sua agenda anticorrupção, anticrime organizado, bem como respeito à Constituição e às leis será o nosso norte!”.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.