EIC
Capotao

Pesquisar



10 de outubro de 2018

Assumindo a Presidência da República em 2019, Jair Bolsonaro pretende enxugar o número de Ministérios no Brasil. Em seu projeto de levar o país ao caminho da prosperidade, a eficiência será prioritária. Um número elevado de Secretarias não atende aos legítimos interesses da nossa Nação, e Bolsonaro quer o melhor para o povo brasileiro!

O Capitão vai por fim às indicações políticas do chamado “toma lá, dá cá” porque valoriza a meritocracia. Cada ministro será escolhido por competência, amor e compromisso com a Pátria.

Além da implementação da redução dos Ministérios, Bolsonaro ainda mudará a tradicional forma de gestão de gastos públicos. A partir disso, para que se cumpram metas orçamentárias, todo gestor deverá justificar suas demandas por recursos públicos, o que permitirá melhor controle sobre as verbas destinadas.

Não haverá mais dinheiro carimbado a pessoas, grupos políticos ou entidades com interesses especiais. O Orçamento Geral da União ganhará aplicabilidade. Assim, o dinheiro do povo, obtido pelos impostos, terá destino certo e retornará para o contribuinte de forma justa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.