Capotao
EIC

Pesquisar



12 de maio de 2018

Nesta data, no ano de 19–, no Hospital Centenário, pelas mãos do médico Raimundo Nonato Fernandes (“Raimundinho Abílio”), viera incrementar a população pau-ferrense, NILZINÉLIA Maria Almeida Queiroz.

Ela é filha caçula de uma prole de quatro filhos, do casal Nilzeli Almeida/Socorro Capote e mãe do ‘bruguelo’ João Manoel.

Apesar do seu nome rimar com “Amélia” que, segundo os compositores Ataulfo Alves/Mário Lago, “era mulher de verdade, por passar fome e achar bonito nem ter o que comer”, NÉLIA Capote, ao contrário, é determinada, NÃO encarna a posição de submissa, tampouco leva desaforo para casa.

Até hoje, não concebi de quem ela herdou tanta valentia.

O blog do seu irmão envia-lhe cheiros e estende votos de parabéns e o desejo de vida longeva!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.