EIC
Capotao
ALRN

Pesquisar



6 de fevereiro de 2018

Mudança de padrão no hemisfério norte (Anticiclone do Atlântico Norte), com reflexos para o nordeste do Brasil, já agora nos próximos dias, provocará perturbações de grande escala sobre as latitudes médias do hemisfério norte, irão alterar a posição e intensidade da Alta dos Açores sobre o Atlântico Norte nos próximos dias. A umidade destes ventos interage com a umidade proveniente da evapotranspiração da floresta, sendo um suprimento fundamental para as chuvas e  trovoadas no norte da região.

Desta vez, não só o interior do Brasil seria beneficiado, mas, também, a região nordeste, incluindo o sertão. Com os alísios de nordeste fortalecidos, ocorrerá um deslocamento relativo da ZCIT para sul, além do incremento da convecção ao longo dela.

Um outro fator importante de ser comentado é que isso acontecerá ao mesmo tempo em que a borda de um VCAN estará sobre a região. A interação desses processos poderá fornecer ingredientes com potencial para fortes trovoadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.