Campanha - Detran

Pesquisar



13 de julho de 2017

Em nova votação (41 a 24 votos e uma abstenção), a Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados confirmou posicionamento contrário à continuidade da investigação da denúncia por crime de corrupção passiva contra o presidente da República, Michel Temer. O primeiro relatório, favorável à investigação, já havia sido rejeitado.

O novo relator do caso, deputado Paulo Abi-Akel (PSDB-MG), considerou que não há provas que justifiquem processo contra Temer neste momento. Seria necessária a autorização da Câmara para que o Supremo Tribunal Federal possa processar o presidente.

Esse parecer ainda deve ser votado em Plenário, onde somente o voto contrário de 342 deputados poderia derrubar essa recomendação e dar autorização para investigar Temer. Essa votação só deve ocorrer em agosto, possivelmente no dia 2, uma vez que não há tempo hábil para concluir o processo antes do recesso parlamentar, que começará segunda-feira (17).

Foram 14 horas de discussão ontem, e 10 horas hoje, para concluir o processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog do Capote - Rio Grande do Norte - Todos os Direitos Reservados.